Arquivos por meses: setembro 2013

Iron Maiden – Rock In Rio 2013

iron3Último Show do último dia do Rock In Rio. Agora só em 2015.

Justin Timberlake – Rock In Rio 2013

J.Tim

Rock In Rio – Dia 3

6362-jesse-j-compareceu-ao-rock-in-rio-em-article_gallery_landscape-3

O Domingo foi marcado pela tão esperada apresentação de Justin Timberlake.  O “Jota Quest” abriu a noite com um show bacana, que teve a presença de Lulu Santos cantando “Tempos  modernos”,  ao lado do Rogério Flausino. “Jessie J ”  foi a surpresa agradável da noite, muito simpática e vestindo uma roupinha de desenho animado japonês, mandou bem e fez o público vibrar com um show de boa qualidade. Logo após se apresentou “Alicia Keys”. Presença calma, tranquila, sem frescura e sem pirotecnia. Voz maravilhosa, muito suingue e charme. Contou com a participação de “Maria Gadu” numa das canções apresentadas. Grande show. Pra fechar a noite,  “Justin Timberlake” acompanhado de umas vinte pessoas,  entre dançarinos e músicos,  que fazem um show movimentado e dançante. O público participou pra valer cantando seus hits de sucesso até quase duas e meia da manhã. Agora haverá uma trégua até quinta-feira, quando os metaleiros se apresentarão no festival para receber o público mais feroz de todos os dias. Seguranças, que vocês tenham um trabalho calmo nesse dia. kkk…

 

“Jessie J” com sua roupinha de desenho animado japonês.

Rock In Rio – Dia 2

florence

Sábado, dia 14 de setembro. Novamente muito calor, mais forte que o da sexta-feira. Noite de bons Shows, melhores que os de ontem. A festa começa com “Capital Inicial” que faz um show bacana, Dinho Ouro Preto deu bem o recado e fez homenagem ao “Charlie brown Jr”. Depois entrou o “30 Seconds To Mars”, pra mim o melhor show do Rock In Rio 2013 até aquele momento. Jared Leto ao melhor estilo do David Coverdale (WhiteSnake) ganha a platéia com uma apresentação muito legal, muito embora o jornal “O Globo” tenha dito que foi um show bem básico. O que seria um show básico? Eu achei o som muito bacana, meio diferente mas muito bom. Leto tomou açai, andou de tirolesa, fez as patetadas todas que um bom lider de banda faz num festival desse porte. A terceira apresentação foi a da “Florence and the Machine”, meio mística, meio “Enya”, meio “Loreena  McKennit” e com uma voz muito potente e bonita, com o cenário mais pra filme dos “Hobitts” e um vestido esvoaçante, fez um show muito legal. A parte final do festival coube ao “Muse” que arrebentou, finalmente um rock de verdade num festival  que se diz Rock. Um progressivo bacana e bem feito. Muuuito bom!  Nesse dia também brilhou o “Offspring”, mas no palco errado, o Sunset, poderia ter sido no palco principal sem menor dúvida.

Florence and the Machine – Palco Mundo do Rock In Rio